Xangai & Quinteto da Paraíba: Brasileirança

xangai

“Um cantor de voz agreste, com recursos intermináveis. Um quinteto de cordas apaixonado pela música popular, formado por virtuosos. Xangai e Quinteto da Paraíba. Intuição e academicismo. Sertão e universidade. Em torno deles percussão e rabeca, o supremo ritual da música que se faz decodificação do belo e importante. O fogo na consciência da mídia eletrônica. A música que desmascara os preconceituosos e lhes oferece arte contra teorias banais. ….. Ouvir Xangai e Quinteto da Paraíba é dizer não ao massacre da nossa cultura. Não a um sistema que segrega negros, pobres, índios, sem-terra, crianças órfãos e anciãos abandonados. Não ao açoite da insensibilidade. Não aos morros e favelas, estes navios negreiros da contemporaneidade. A música tem esse poder. Nos deixa indignados com as injustiças e, indignação é o mínimo que um brasileiro de bem pode sentir diante do quadro político-social que se nos apresenta. Amém.”

Partes do texto do encarte do disco Brasileirança, de Xangai e Quinteto da Paraíba, escrito pelo crítico e produtor Ricardo Anísio, em 2001.