Torcida do Internacional festeja na Goethe

Goethe

Festa pelo título do Brasileiro 2014? Não, nem pensar. Festa pela demissão do  Abel Braga.

Bom, é apenas a minha vontade como torcedor. Ser goleado pela Chapecoense por cinco, ter goleiro expulso e assistir ao técnico de braços cruzados é simplesmente inexplicável. Não, inexplicável não. O atual treinador do Inter chegou ao clube com um passado recente triste e em evidente decadência. não devemos esquecer que na campanha do campeonato de 2013 participou do rebaixamento do Fluminense, não consumado por questões jurídicas com a Portuguesa de Desportos.

O mínimo que se pode esperar da direção colorada é, nesse final de campeonato, demitir o senhor  Abel Braga e pôr um treinador que, pelo menos, possa reorganizar o time e, quem sabe, ainda manter a esperança de ficar no grupo que irá disputar a Libertadores da América.

Sem dúvida, a maior vergonha, o maior vexame cometido pelo Internacional tendo como protagonista Abel Braga. Lembro o ex-presidente Vitório Píffero: ” A fila anda”.

Tchau, Abel!

Foto: capturada na Internet.