Glen Hansard: sombrio e criativo

GH

O filme Once, Apenas uma vez, impulsionou a carreira de Glen Hansard. Não que fosse desconhecido, anônimo ou algo parecido. Não, pelo contrário. O trabalho com o The Frames sempre foi consistente e capaz de pôr seu nome à frente. A película, no entanto, teve o poder de incensar sua atuação e a de Marketá Irglová, pianista tcheca. A química entre ambos funcionou não apenas nas interpretações de seus personagens se não que também como instrumentistas e compositores. “Failling Slowly” venceu o Oscar de melhor canção de 2008, comprovando o acerto da dupla. Daí para o The Swell Season foi um passo natural e a dinâmica de ambos permaneceu intacta. Em 2012 o irlandês de Dublin, lançou seu primeiro álbum solo: Rhythm and Repose . Trabalho árduo de ser feito, embora revele todo o seu talento seja como músico, seja como cantor/compositor. Vindo de série de rupturas, as canções vão mostrando-o solitário, triste, quase sem esperança em meio a tantas tempestades. Embora possa aqui e ali encontrar passagens mais otimistas, o disco é sombrio, cinzento, e as onze faixas, quase todas acústicas, se mostram tal como o seu rosto na capa do disco. É um trabalho, entretanto, lúcido e criativo, ainda que carregue todas as pesadas nuvens da vida naquele seu momento. Todas as músicas são destaque. Todas possuem as digitais de Glen Hansard e seu DNA está à disposição de quem quiser ouvi-lo. Como curiosidade, Marketá faz backing vocal. Trabalho lapidado com sensibilidade.

Glen Hansard . Rhythm and Repose (2012) – YouTube
http://www.youtube.com/watch?v=WPS1zdjHwpE

Foto: capturada na Internet.

Markéta Irglová, muito além de Once

Mark e Muna

“Por outro lado, Markéta lançou em 2011 o cd Anar e neste ano de 2014 chega às lojas com Muna. Em ambos, a instrumentista e compositora se destaca mais como compositora e instrumentista. Sua voz, delicada, não se completa com as composições e fica faltando algo. Assim como a dupla australiana, Angus & Julia Stone, se completam, a sensação que fica é que Irglová não funciona bem sem a presença de Glen. Todavia, são trabalhos que merecem audição cuidadosa, pelo sensível tratamento dado a cada canção e, sobretudo, por mostrar o que sente.”

Bom, por este parágrafo em post mais lá atrás, recebi alguns e-mails, digamos, descontentes comigo pelo que escrevi sobre Markéta. Não havia, ainda escutado, na integra, Muna e a sensação que Anar passara foi exatamente o que postei. Eis o meu equívoco. Talvez, e devo reconhecer isso, porque gosto muito de Angus & Julia Stone, e da dupla Glen Hansard & Markéta Irglová ou The Swell Season, fiquei preso a um gostar que deveria ter sido relativizado com o irlandês e a tcheca. Senti mesmo que havia um certo descompasso no trabalho da pianista em seu disco solo, e identifiquei como sendo a ausência de Glen. Escutei outras vezes o delicado disco e continuei pensando o mesmo. Até que Muna chega bem devagar em meu ipod e em algumas caminhadas vou sentindo a pulsação de Irglová.

É um disco mais maduro. Mais folk, mais de raízes, acentuações pop, orquestrações perfeitas, e momentos jazzísticos além de vocais deslumbrantes. A vida de Markéta passou por transformações, vida nova, a maternidade, viver em Nova York e na Islândia, as influências, enfim, um somatórios de situações que foram muito bem absorvidas e transformadas em canções admiráveis e profundas. Disco ainda jovem, lançado em setembro passado, terá vida longa pela qualidade e por se alinhar como muito mais adiante da fascinante dupla que fez com Hansard. Se Once irá habitar o nosso imaginário pela beleza de filme que é, por certo, Markéta será lembrada pela extraordinária compositora e instrumentista que é. Como curiosidade, o seu marido Sturla Mio Thorisson é o produtor e sua irmã Zuzi está nos vocais e há também a presença de músicos novos e experientes como o guitarrista Rob Bochnick e a voz de Ainda Shaghasemi.

Peço atenção a este belo e insinuante e talentoso disco de Markéta Inglová.

Muna

Abaixo, o disco na integra, e abaixo, uma faixa do primeiro da compositora tcheca.

http://www.tramp.com.br/cultura/marketa-irglova-libera-o-disco-muna-para-audicao-gratuita/

http://musicapave.com/videoclipes/marketa-irglova-go-back/

Fotos: capturadas na Internet.