Sufjan Stevens: The greatest gift

gift

Sufjan Stevens reapresenta Carrie & Lowell como nova face, novo nome e  algumas canções inéditas naquele disco. The greatest gift como remixe funciona muito bem e Stevens é carismático,sensível e olha para frente. Ainda que os temas centrais sejam os mesmos, muito pessoais, a leitura que recebe ganha a mesma profundidade do seu original. Sentimentos enraizados, perenes e à luz do dia sempre trazem emoções diferentes e de alguma maneira – ou de todas – a identificação é instantânea. Se para muitos o álbum é um apêndice do primeiro,  hospedagem das canções em dez faixas não deixa dúvidas: é um bela e interiorizada viagem por dentro de si mesmo. Denso na medida, o fôlego para a vida se renova e o coração acelera e pulsa as veias para o sangue correr feito rio para o mar.

Sufjan Stevens re-presents Carrie & Lowell as a new face, new name and some unreleased songs on that album. The greatest gift as a remix works very well and Stevens is charismatic, sensitive and looks forward to it. Although the central themes are the same, very personal, the reading you receive gains the same depth as your original. Feeling rooted, perennial and in the light of day always bring different emotions and somehow – or all – the identification is instantaneous. If for many the album is an appendix of the first, lodging the songs in ten tracks leaves no doubt: it is a beautiful and internalized journey inside of itself. Dense in the measure, the breath for life is renewed and the heart accelerates and pulsates the veins so that the blood flows made river for the sea.

Anúncios