Reflexo da sociedade?

Ao ler na imprensa que senadores e ex-parlamentares e suas famílias usufruem plano de saúde ilimitado e têm direito a despesas de R$ 25.998,00 por ano para tratamento odontológico, valores esses que entre 2008 e 2012 atingiram uma média de R$ 6,2 milhões/ano, e que podem, inclusive, acumular saldo, ou seja, se não usou em um ano dobra no seguinte e ainda antecipa outro ano o que pode gastar, conforme justificou um senador a respeito de seus gastos em pedido de ressarcimento de pouco mais de 62 mil reais em uma única vez, extrapolando o limite estabelecido, fico me perguntado, de forma ingênua, se esses procedimentos e “direitos” refletem os mesmos procedimentos e direitos que a sociedade brasileira possui?

Anúncios