Geraldo Azevedo: Salve São Francisco

geraldo-azevedo-salve-so-francisco-

Geraldo Azevedo e sua música têm cheiro e gosto de terra. Frutos nascem em suas trilhas. É sonhador e tem os pés firmes onde pisa. Cria possibilidades. Para além dos sonhos. Violeiro incansável, olha o firmamento como quem olha o seu lugar. Constrói essa ponte. Alicerce para uma vida melhor, para um outro mundo ser possível. Salve São Francisco é mais que um alerta. Rio, cujos braços o homem decepa aos poucos. Os amigos abraçam o São Francisco enquanto há tempo. É tempo. Consciência, discernimento, natureza em paz. É o jeito de um rio que se lança ao mar em meio a seca nos olhos de quem quer mudar o seu curso natural. É o jeito do rio, que é rio dentro do mar, que sabe que no mar a vida saliniza o corpo, o leito, as pedras, o oxigênio. Ainda não é noite nas águas turvas do rio que é mar. É o sonho, pode ser realidade. São Francisco São!

Honrar a vida

A todos que aqui aportam, aos que ainda não conhecem esse pequeno cais de palavras, sem exceção, neste dia de simbolismos e realidades, o desejo de Chronosfer de felicidade e paz a todas as pessoas de todos os cantos e lugares possíveis e imagináveis e inimagináveis e que possamos exercer em nossos cotidianos a solidariedade, a tolerância, o discernimento, a consciência e a sensibilidade em favor da Humanidade, repito, sem exceções, sem nenhuma espécie de fronteira.

www.youtube.com/watch?v=Mwb-bPADZjg

(Lito Vitale ao piano e Sandra Mihanovich na voz: Honrar la vida)