Cesar Camargo Mariano & Romero Lubambo mais que um Duo

duo

Eis um disco incomum. Daqueles que permanecem perenes. A mistura, intencional, impressiona. Os instrumentistas se completam. Os instrumentos, piano e guitarra acústica, no melhor jazz estão livres e à disposição de ambos tecerem suas canções com tamanha naturalidade que o repertório começa a ser parte dos dois. E mesclar Djavan (Samba Dobrado), Tom Jobim (Fotografia), Clifford Brown (Joy Spring), Moacir Santos April Child), além de composições próprias (Choro #7, Mr. Jr., O que é , O que é, Short Cut) não é nenhum desafio para ambos. Parece um exercício de alunos em sala de aula. E é exatamente o que fazem: dão uma verdadeira aula de música. Cesar Camargo Mariano e Romero Lubambo tomam conta do tempo em o álbum desliza no player. E nós, somos absorvidos sem perda de tempo. Melhor, o tempo deixa de existir. O que há, simplesmente o melhor da música brasileira. E estamos conversados.