Fotografia: Pelo caminho (By the way)

IMG_4527 (4)

IMG_4479 (2)

IMG_4431 (2)

Fotos: Chronosfer. Pelo caminho, os olhos são depósitos. Da vida, da memória, do momento. Alguns, escapam, outros permanecem para todo o sempre. Os acordes da lembrança suavizam esse caminhar. E faz a vida ser mais livre.

On the way, the eyes are deposits. Of life, of memory, of the moment. Some escape, others remain forever. The chords of remembrance soften this walk. And it makes life more free.

Anúncios

Fotografia: Na natureza viva (In living nature)

IMG_4719 (3)

IMG_4720 (2)

IMG_4722 (2)

Fotos: Chronosfer. A natureza vive porque é simples. Encontrar pequenas cachoeiras, entre as pedras em que a memória do tempo visita, é tão comum e belo. Apenas, nos assustamos com tanta vida porque antes de vivê-la em harmonia, a destruímos. Ainda os olhos podem olhar a vida. A que está dentro da natureza e jamais desaparece.

Nature lives because it is simple. Finding small waterfalls, among the stones that the memory of time visits, is so common and beautiful. Only, we are so frightened by so much life because before we live it in harmony, we destroy it. Still the eyes can look at life. The one that is inside nature and never disappears.

Fotografia: Uma manhã de cada vez (One morning at a time)

IMG_8212 (2)

IMG_8214 (2)

Fotos: Chronosfer. Uma manhã de cada vez. O mesmo lugar, a mesma árvore, os tons se transformam. Pode estar azul o céu, pode estar com o alaranjado/amarelo iluminando retinas. Os olhos são as minhas manhãs. Neles, quando olho a vida, passo a acreditar que podemos viver em um mundo melhor.

One morning at a time. The same place, the same tree, the tones are transformed. The sky may be blue, may be with orange / yellow lighting retinas. The eyes are my mornings. In them, as I look at life, I come to believe that we can live in a better world.

Fotografia: O tempo dentro dos olhos (The time inside the eyes)

IMG_2522 (2)

IMG_2533 (2)

IMG_2568 (2)

IMG_2577 (2)

Fotos: Chronosfer: Rio Grande, Rio Grande do Sul, Brasil. Os olhos guardam memórias. As que se perdem pela ação do tempo, pela falta do nosso próprio olhar. Eles são infinitos. Em qualquer tempo. Fazem da vida o sentido e o significado.

Rio Grande, Rio Grande do Sul, Brazil. The eyes hold memories. Those that are lost by the action of time, by the lack of our own look. They are infinite. At any time. They make life meaning and meaning.

Fotografia: Entre cores, sombras e luz o imaginário cria outras imagens ( Between colors, shadows and light the imaginary creates other images)

DSC02914

DSC02934

IMG_3490 (2)

IMG_4643 (3)

IMG_4718 (4)

Fotos: Chronosfer. Os olhos e olhar marcam encontro todos os dias com a vida. A de dentro e a de fora. Entre cores, luzes, sombras a vida é o espelho do imaginário. Criar para dentro faz o viver ganhar sentido e significado. A imagem passa, a vida vive.

The eyes and look mark the encounter every day with life. The inside and the outside. Between colors, lights, shadows life is the mirror of the imaginary. Creating inside makes you live making sense and meaning. The image passes, life lives.

 

Fotografia: Na alma do olhar (In the soul of the look)

IMG_1268 (2)

IMG_1372 (2)

IMG_1643 (2)

Fotos: Chronosfer. O olhar das estações. As estações do olhar. A alma sempre aberta. E o nosso olhar é o olhar da vida em eterno movimento.

The look of the seasons. The seasons of the look. The soul always open. And our gaze is the gaze of life in eternal motion.