Fotografia: Da natureza, do passado e do hoje (Of nature, of the past and of today)

IMG_2133 (2)

IMG_2269 (2)

IMG_2380 (2)

Fotos: Chronosfer. Às vezes, é em pequenas lugares do “nosso” interior que a vida se mostra em todos os tempos. Pode ser uma árvore solitária, perdida em meio as ruas calçadas, pode ser um antigo prédio transformado em museu, para os olhos olhares o que um dia foi, ou ainda a lua se escondendo atrás da modernidade. Onde estamos? Em nosso interior a vida dialoga com estes momentos em silêncio.

At times, it is in small places of the “our” interior that life shows itself at all times. It may be a lonely tree, lost in the middle of the sidewalks, it may be an old building turned into a museum, for eyes to look at what it once was, or the moon hiding behind modernity. Where are we? In our interior life dialogues with these moments in silence.

Anúncios

36 Respostas para “Fotografia: Da natureza, do passado e do hoje (Of nature, of the past and of today)

    • o poste realmente é algo horrível, esses fios aéreos são um desastre, mas a lua se escondeu deles. a roda é de um moinho do início do século passado. aqui, apenas fiz o registro, essas paredes já passaram por aqui no seu detalhe. muito obrigado, grande abraço.

      • Oi, Ana, eu realmente acho que nossa fiação ser aérea em quase todas as nossas cidades são um desastre. Às vezes, não consigo fazer uma foto decente em função dos fios e postes quase cobrindo parte da fachada. Em outras, gosto do registro simples como o moinho para acervo sem nenhuma pretensão estética. Gosto de experimentar na fotografia e por vezes erro e muito mas é algo que me fascina. Eu agradeço sempre teu apoio que me deixa feliz e motivado a errar mais (rsrsrs) ou seja continuar experimentando. Meu abraço carinhoso.

    • oi, Anna, alegria você por aqui. pois é, uma série que, curiosamente, acho que priorizei mais o pequeno texto que as próprias fotos. uma série que chamo para mim mesmo de “tentar unir os elos”. e as próprias contradições do olhar, e dos sentidos. os leitores são pessoas incríveis, estou aprendendo muito com eles e sempre me motivam. um grande abraço carinhoso e lindo dia.

  1. Linda árvore!
    A foto do meio é uma azenha de água? Tem ribeiro passando ao pé? Grande roda!
    E os fios que electricidade e comunicações que entopem o nosso olhar em todo o lado, pelo menos aqui em Portugal é assim, são bastante irritantes….mas na sua foto tiveram sorte e, com a lua, até ficaram interessantes!

    • é um velho moinho, hoje transformado em museu, há um pequeno córrego ao lado, insuficiente para fazê-lo trabalhar. esses fios atormentam a vida de todos nós. na foto, utilizei mais como uma crítica a este modo de fiação elétrica, aproveitando a lua,que até ficou fora de foco. muito obrigado sempre, Dulce. o meu abraço e o desejo de um belo domingo.

      • agreed… but did you intend the lines of the branches, waterwheel, and cables to be seen together in the three photos – they’re all very different but have that thread running through them. Whatever, each photo stands on its own, great stuff again!

      • I think that photo in particular has its own history. and in series they allow the observer to capture common points and create their history. you have found the threads as the driver of your story. I like nature’s graphic design very much, and even those threads that sometimes bother the look, present a surprising disposition. but the great creator of everything is the one who looks. thank you so much.

  2. Pingback: Meire jimenez – Moda & Música & Afinidades

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s