Ficção: Olhos da manhã (Fiction: Morning Eyes)

IMG_5652 (2)

 

A névoa assombra as retinas da manhã. Os músculos do sol arrefecem antes de os primeiros golpes da chuva despertem a areia das horas. O cinza se veste por cima do azul do dia e tece a cidade com suaves tramas. A luz, quieta, aos poucos silencia as nuvens. O milagre do amanhecer é um tempo sagrado, que se hospeda entre as margens das minhas mãos e a boca da terra, em cujos olhos descansa o incêndio da vida.

A saudade é a memória do que ainda não chegou.

 

The haze haunts the retinas in the morning. The muscles of the sun cool before the first blows of the rain awaken the sand of the hours. The gray dresses over the blue of the day and weaves the city with soft plots. The light, quiet, slowly silences the clouds. The miracle of dawn is a sacred time, which lodges between the banks of my hands and the mouth of the earth, in whose eyes rests the fire of life.

Longing is the memory of what has not yet come.

Foto: Chronosfer.

34 Respostas para “Ficção: Olhos da manhã (Fiction: Morning Eyes)

      • É?Olha…Então eu e seu professor fizemos o mesmo tipo de comentário?Quer dizer que a fotografia já está dentro de você e agora você está sentindo vontade de mostrar,colocar para fora,trabalhar mais esta sua habilidade.Invista na fotografia!Invista sua vontade,dedicação,tempo,concentração nas fotos!Mas vc escreve muito bem,também.Acho que Deus sabe o que faz,quem sabe agora vc vai trabalhar mais esta área?Por favor,não com nenhuma intenção religiosa nem financeira,não.Só acho muito bonito quando a pessoa mostra o que gosta de fazer.Me parece que vc gosta da fotografia.Um grande abraço!

      • Luciana, eu estudei muito escrita pois meu curso de origem é o Jornalismo, ofício que sempre exerci. Ficção foi outro passo, bem depois. Há muitos textos que se você quiser ler estão no blog: Martin, João Baptista ou se quiser coloque no busca do blog miniconto que aparece. A Fotografia é outro momento, sempre fotografei, mas não profissionalmente, e sim como um amador. Hoje tem sido a minha forma de expressão, vamos ver como isso continuará. Muito obrigado. Meu abraço.

      • Muito obrigada,meu caro amigo!Obrigada,assim que puder,verei.Espero não tê-lo ofendido.As pessoas podem ter vários talentos!Quem sabe agora não é a hora de você se dedicar mais ainda à fotografia?Não sei,me desculpe por qualquer coisa.Espero que vc ainda queira continuar me acompanhando lá no blog!Um grande abraço!

  1. Antes de mais nada, quero que saiba que estou ainda sob o efeito de encantamento, dado a beleza da fotografia que fui presenteado. Apesar de estar atarefado esta semana, é impossível vir aqui em uma visitinha e não se surpreender.
    Hora com a magia fotográfica, hora com a maestria nas palavras. Parabéns Fernando… você é o “cara”. Um grande abraço meu caro amigo!

    • Obrigado, Sandro, mas olha, estás escrevendo isso pelo visor da máquina que enviei, então você é muito suspeito. mas, vá lá, palavra vem palavra vai e de repente um texto. fico feliz que tenha gostado, vindo de um poeta, é magia pura. grande abraço, meu amigo.

  2. Palavras muito poéticas, uma bela descrição do amanhecer. Um milagre que acontece todos os dias, do qual quase nunca nos damos conta, ou a devida importância, sentir a felicidade de um novo dia que chega.
    Grande abraço.

  3. Estava aqui dando mais uma olhada nas suas fotos,elas são incríveis!
    Tem uma de um pássaro pousado num galho que é magnífica!
    Seu olhar captura o melhor!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s