Chronosfer: Pausa ou Fim (Pause or The End)

IMG_5683

Às vezes, parar, deixar o tempo passar reconcilia a vida. Interioriza os sentidos, se desfaz tanto para abrir espaço para outro tanto. É vez de uma pausa. Talvez definitiva. Não sei a resposta. O sul do meu sul chama de novo. Não sei dizer não. Por isso, não sei se volto de lá. Mas, aqui também é minha casa e vocês todos moradores. O tempo dará a resposta.

Sometimes, stop, let the time pass reconciles the life. Internalise the senses, disposes both to make room for another. It’s time for a break. Maybe final. I don’t know the answer. The South of my South calls again. Can’t say no. So I don’t know if I go back there. But, here is my home too and you all residents. The time will give the answer.

 

Anúncios

32 Respostas para “Chronosfer: Pausa ou Fim (Pause or The End)

  1. Fernando,

    É engraçado como nos afeiçoamos facilmente quando não há atritos possíveis 😉
    Gosto muito disso aqui. E dá-me um aperto no coração quando alguém a quem me habituei dá adeus. Mesmo que seja um até breve.

    Mas compreendo-te. Já fui e voltei tantas vezes… Um dia será um adeus definitivo. Ou não.

    Espero voltar a “vê-lo/lê-lo”. Quem sabe um dia sentar à mesma mesa numa esplanada e trocar impressões sobre a vida? Se tens de ir, vá. Se puderes voltar, volte. De minha parte, não serás esquecido.

    Resolvi comentar aqui primeiro, apesar de ter publicações “atrasadas”, porque essa é mais “urgente” 🙂

    Um grande abraço!

    • obrigado, Eduardo. às vezes, é necessário parar. Recomeçar, quem sabe. sinto o mesmo em relação a você, a quem considero meu amigo da águas do outro lado. as mesmas águas, por fim. grande abraço e muito obrigado.

  2. Seja pausa ou final…o importante é que seja uma decisão sentida no coração e maturada no pensamento. E assim será a decisão certa!

    Sentiremos falta das fotos e das músicas, das palavras objectivas e sentidas. E da presença sensível a que já nos habituamos! Do seu tempo e do seu Chronos!

    Mas a vida é uma troca, pelo que certamente irá continuar a partilhar o que o apaixona de outras formas, com outras pessoas e nesse outro lugar/casa que agora precisa.

    Desejo muita saúde e principalmente muita tranquilidade!

    • Gosto muito daqui, do que aprendi e aprendo e das sensibilidades que afloram em muitos espaços entre eles você e o seu D. Oxigênio puro, palavra que atravessa o oceano tranquila e aqui é acolhida. Mas é um tempo que preciso – já deveria ter feito antes – e quem sabe retorne com mais energia. Continuarei a ler os posts, comentar, e viver cada um, apenas será discretamente. Um abraço carinhoso, Dulce. E muito obrigado.

    • obrigado, Cris. esse tempo é preciso e mais que necessário. reconstituir meu interior para continuar. embora a quase pergunta do título, hoje ao caminhar pelas ruas descobri a resposta: seguir. volto semana que vem. também preciso de vocês. e muito. gracias y um abraço carinhoso.

  3. Eu por diversas vezes me vejo nesse dilema, me afasto, dou uma pausa, penso deixar, mas nada podemos dizer do amanhã que virá. Falta…claro que fará e muita.
    Se minha mente não me trair diria que um amigo ao qual compartilhei os seus pensamentos disse que nossos blogs, nossos espaços são como pousadas, onde não temos pressa nem de chegar muito menos de partir, então é sempre bom deixar a chaleira no fogo aquecida, pois estaremos sempre passando nessa pousada para sentar um pouco, tomar um chá ou café, ler, distrair-se, sonhar, aprender e comungar.
    De qualquer forma já se foram vários amigos que vamos fazendo por essa caminhada e só podemos deixar nosso carinho e desejo de sucesso sempre.
    Um dia também partirei, mas não pretendo fechar o espaço, deixarei aberto a visitas, com o fogo aceso e os bancos para todos os visitantes. =)

    • Oi, Cláudio, ainda é noite neste inverno quente aqui de Poa. O café ao lado espera hora de ir para a estrada. Sei e admiro o teu humanismo o que me deixa em paz. Mas, meu querido amigo, eu volto. Preciso desse tempo fora e semana que vem estarei na cidade outra vez e espero que enfim tenha eu mesmo com a natureza reconstituído o que é necessário. Então, o meu forte abraço e guarda esse café que daqui a pouco estou chegando.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s