Fotografia: Glaciares da Patagônia

Uma velha câmera analógica Pratika, sem zoom, apenas a lente comum, um cenário árido e de repente o azul das geleiras de Balmaceda e Serrano invadem os olhos, o imaginário, todos os pensamentos. Digitalizei apenas, e fiz reforço de nitidez. Um registro que permanece em minha memória assim como o velho e despedaçado trapiche de Puerto Natales.

Digital 4 (2)

Digital 8 (2)

Digital 9 (2)

Digital 10 (2)

Digital 5 (2)

Fotos: Chronosfer. Patagônia Argentina, Chilena, Puerto Natales.

Anúncios

18 Respostas para “Fotografia: Glaciares da Patagônia

  1. Olá Fernando!
    Eu estou boquiaberto. As fotografias transbordam algo que não sei explicar. As vezes parece-me vida, outras vezes o passado. Provavelmente transborda tudo, eu é que não tenho condições de abarcar tanto de uma só vez… 😮
    E a trilha sonora garante uma visão absolutamente distinta do que seria de se supor. Nada da aridez que se imagina. Não. VIda. Bem vivida.
    Este é, sem dúvida, meu post preferido até agora.
    Abraços!

    • Os glaciares, Jauch, da Patagônia e Terra do Fogo são inexplicáveis, o que nos resta – no seu melhor sentido – é viver cada um como realmente se revelam diante de nós. Há no verão o degelo e a aridez do terreno se mostra assim como o verde da vegetação, formam uma paisagem de tirar o fôlego mesmo. Uma experiência de vida. A música nos conduz nesse fechar de olhos ao encontro dessa vida fantástica que a Natureza nos oferece. Gracias e grande abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s