Miniconto: Coroas de Cristo

IMG_5916

Os vincos nas costas doíam. As mãos não alcançavam o dorso. Sentia crescer, entre a pele e a carne, finas camadas de coágulos. O corpo curvou-se, os ossos estalaram. Ao encontrar o chão, descobriu Coroas de Cristo. Os espinhos avermelhados recolheram-se, deixando tesa e acinzentada a retina envelhecida.

No outro lado da rua, as janelas fecharam-se, os vizinhos retornaram às suas tramas caseiras.
O inverno é apenas um dos quatro cantos do Tempo.

Foto: Chronosfer. Este texto foi publicado em 2015, quando os acessos eram próximos de zero.

Quinteto El Después: Tango Instrumental

El despues

Hoje, 26, seis meses da partida do meu irmão Mário e dois anos e 11 meses do pai. Não tenho nem sei como dimensionar a ausência e a falta que fazem. Nos últimos tempos da vida do Mário, falávamos e escutávamos muito tango, herança do nosso pai, e em especial o instrumental. O novo abrindo espaço. Um dia cheguei para ele com o Quinteto El Despues, e logo foi me dizendo, como sempre dizia, que lá vinha eu com grupos e seus nomes diferentes. Com o café à mesa deixamos o tempo passar. Cúmplice do que estávamos desejando não acontecer. Aconteceu. El Despues, o silêncio de uma vida, que me habita a cada dia dos dias que vivo. Para os Mário, pai e irmão.

James Blunt: The after love

James Blunt

Para quem está esperando um disco com todo o jeito “You´re beautiful” de ser pule de disco e busque outra alternativa. Em The after love o britânico James Blunt escapa da “assim chamada” zona de conforto e busca outro denominador para suas canções. É um trabalho mais ousado, em relação a ele mesmo, e há abundância de arranjos de cordas bem entrelaçados à sua voz. É maduro, denso, e abre caminhos. Muito bom.