The Doors: Morrison Hotel

morrison-hotel

Uma retorno às raízes. Talvez seja a melhor definição para Morrison Hotel, quinto álbum na lista de sua discografia. Um quê de blues, rock, a participação de John Sebastian, que esteve em Woodstock, com sua harmônica e o Doors seguiu em frente. também é a ponta do iceberg sonoro que viria a ser L.A. Woman, seu próximo disco. Um disco que percorre nossa pele com intensidade. The Doors. Grande banda.

Anúncios

Fotografia: Glaciar Perito Moreno – Patagônia Argentina

dsc02618

dsc02606

dsc02596

dsc02665

Dedicado a meu pai Mário Rossano, hoje 2 anos e 10 meses de sua partida, e a meu irmão Mário, também hoje 5 meses que nos deixou. Ao contemplar Perito Moreno a paz se instala e não sai mais. É como a saudade.

Fotos: Chronosfer

 

Rhiannon Giddens: Freedom Highway

rhighway

Freedom Highway é um disco de forma, para muitos, convencional. Mas, nele, o que menos importa talvez seja a forma e sim o conteúdo. Rhianna Giddens faz uma intensa viagem pela história, pela tradição, pela norte-americana. Não apenas nas letras e sim e sobretudo na estética sonora, que é afro-americana. Atravessar através do folk, do blues, do soul, do country, do gospel, do r&b, do bluegrass faz da violinista, que tem no banjo seu outro instrumento, é uma proposta ousada e rica. Algo como a opressão deu lugar a liberdade. É um álbum que não apresenta conclusões sobre a vida, mas refelete seus passos, suas idas e vindas, a relação que oprime e a que liberta, o que continua igual, o que deve avançar em nível de humanidade. Um trabalho maduro e sensível.

 

Larry Coryell: *19.02.2017

SONY DSC

Mais uma perda que chega para nos entristecer. Larry Coryell é (não, o foi não vale) uma lenda do jazz e, em especial, da fusão do jazz com outros gêneros. De repente, ás notas improvisadas da sua guitarra nasciam acordes de rock, de psicodelia. Não por acaso seus companheiros de tantas canções: John McLaughlin e Chick Corea.  Soube, como poucos, fazer de suas harmonias paisagens abstratas sem se afastar da realidade da vida. Cada trabalho, é isso, uma vida. A dele e a nossa. Juntas.

Foto: site News All About Jazz