Zé Nogueira Quinteto: Carta de Pedra

ze-nogueira-quinteto-carta-de-pedra

A obra de Guinga está inserida no que há de melhor na música brasileira. Compositor fértil, criativo e dono de uma vasta bagagem em parcerias e leituras de tantos outros trabalhos, recebe do Zé Nogueira e seu Quinteto uma leitura de jazz à brasileira. O sax soprano de Nogueira soa suave como as composições de Guinga, e acompanhado de um grupo de instrumentistas de primeira como Jota Moraes no vibrafone, Jurim Moreira na bateria e a guitarra mágica de Ricardo Silveira, também recebe participações de Gabriele Mirabassi, Paulo Malagutti, Andrea Ernest Dias e Silvia Braga. Às vezes, ainda ouço aqui e ali que esse jazz é uma música de elevador ou de sala de espera de consultório médico. Bom, que seja, agora, é algo maravilhoso ser abraçado por melodias que fazem do tempo uma razão de ser.

Anúncios

12 Respostas para “Zé Nogueira Quinteto: Carta de Pedra

    • é verdade, ando em uma fase em que a música instrumental tem sido um alento. tenho escutado muito tango assim, com leituras mais modernas com quarteto de cordas, ou piano/flauta, violão/violino. acalma, e instiga o imaginário. abraços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s