Tom Waits: Blood money

waits

Disco de 13 canções escritas por Tom Waits, Kathleen e o dramaturgo Robert Wilson. A veia teatral, muito viva e rica em Waits, desperta sempre atenção. A partir do texto de Georg Buchner, de 1937, o álbum foi concebido ou inspirado, a escolha é sua, da peça Woyzeck com toda a sua história alucinante, que oscila entre o terrível e o alegre, e por vezes nostálgico. No que cabe as linhas melódicas, há elegância, sutileza, o quê dramático que caracteriza TW. Concorre para isso, a presença de instrumentistas do peso do bluesman Charlie Musselwhite, Larry Taylor, Andrew Borger, Colin Stetson, o ex-Police Stewart Copeland e PJ Harvey. Espalhados e bem acomodados ao longos das faixas, não necessariamente juntos nelas, alimentam todas as contradições da proposta musical, tornando-a proprietária de uma estética muito “simpática”, pois há espaço inclusive para o amor dentro desse universo. Blood money é um trabalho digno, sensível, denso. É o homem e suas fraquezas. É o homem iluminado. E nos remete para uma época mais presente que o passado possa imaginar e o futuro esperar.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s