Robin Gibb: 50 St. Catherine´s Drive &The Titanic Requiem

Robin Gibb

Os irmãos Gibb têm o seu nome inscrito na história da música. Barry e os gêmeos Robin e Maurice desde os anos sessenta colecionaram clássicos do pop, da dance music, do experimentalismo, do rock e de qualquer outro estilo que sua criatividade tocasse. Suas harmonias vocais são uma marca registrada e os arranjos de cada canção sempre cuidadosos e elaborados contribuíram para o sucesso. Embora nem sempre o “sucesso” os acompanhasse. Rupturas, brigas de egos, fracassos, discos ruins, carreiras solo, projetos abaixo da crítica – o filme com as músicas dos Beatles é um exemplo – todavia, os Bee Gees ingressaram no imaginário e na vida de milhões de pessoas. Depois da morte de Maurice, o enfraquecimento do grupo foi cada vez maior até que em maio de 2012 Robin partiu. Antes, dois trabalhos que haviam sido realizados foram lançados, melhor, lançamentos póstumos: The Titanic Requiem50 St. Catherine´s Drive. O primeiro é um álbum mais dedicado à música clássica, com passagens que vão da euforia à tragédia ao se debruçar, junto com o filho RJ Gibb, na história do Titanic. Um disco repletos de passagens marcantes e bem definidas, sem ser um “clássico”, e revela um Robin compositor amadurecido. Com o acompanhamento da Royal Philarmonic Orchestra e convidados, incluindo sua própria participação em “Don´t cry alone”, são 15 faixas que se ouve com suavidade. Por outro lado, o segundo da lista, abraça canções compostas entre 2006 e 2008 e nelas o ex-Bee Gees revela sua versatilidade como criador. Para além de canções melosas, há muito de uma visão mais ampla e atual, até aquele momento, em suas harmonias. Se os vocais são a sua marca, muitas das composições assumiram ritmos e gêneros tão distintos que percebe-se  aqui e ali a inquietude de um criador em busca do seu melhor sem medo. Não são trabalhos revolucionários. Longe  disso. No entanto, há neles um quê da história de quem viveu as canções dos Bee Gees desde os anos 60 e foi atravessando o tempo contado em décadas e suas transformações até chegar ao ponto inicial. Registros que cativam e emocionam.

Anúncios

10 Respostas para “Robin Gibb: 50 St. Catherine´s Drive &The Titanic Requiem

  1. Puxa, esse trio tem uma importância tão grande na música q mereciam um estudo merecido sobre suas influências na música pop.
    Nunca comprei nenhum vinil ou cd deles, mas tirarei sempre “o chapéu” para eles.
    Big Bee Gees!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s