Neil Young: Bluenote Café

Neil-Young-Bluenote-Cafe

Neil Young é dono de uma versatilidade musical que o faz transitar entre o folk, o rock, o heavy e até mesmo o blues. Foi o que fez em 1987. Fez da sua Crazy Horze a Bluenote e mergulhou no universo do blues. A estadia nessas terras durou muito pouco. O suficiente para colecionar alguns shows, registrá-los e ficar naquela de algum dia pôr de novo na rua. É o que acontece agora. Bluenote Café é uma compilação de onze dos seus shows, sem uma ordem de data, e alguns exercícios de guitarra que oscilam entre o blues e o folk. A natureza de Young é inegável, o seu talento se associa a ela e o resultado é, embora possa parecer apenas uma mistura de tudo que havia feito até então, é muito bom. A base rítmica e harmônica garantida pela banda, deu ao canadense a solidez necessária para poder transformar algumas de suas canções em quase épicos recheados de riffs de guitarra, bem a seu gosto. Hoje, passado tanto tempo, soa tranquilo e mostra uma das tantas faces do cantor e compositor. Ousar sempre foi o seu verbo preferido. Por isso, Neil Young é Neil Young para todo o sempre, felizmente para nós.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s