Mísia: Garras dos Sentidos

Mísia

Susana Maria Alfonso de Aguiar, Mísia. O fado em movimento. A beleza da luz e das sombras que serpenteia sua voz entre as harmonias das guitarras. A melancolia marca encontro com temas recorrentes como a solidão, amores perdidos, a morte sempre à espreita. Mísia faz de Garras dos Sentidos uma conjunção perfeita dessas teias todas aliando à tradição portuguesa do fado a toques sutis e generosos de jazz e outras influências que colheu ao longo de sua vida – viveu anos na Espanha, por exemplo. As palavras, escolhidas em poetas e escritores novos e consagrados, ganha também uma riqueza única. E elas, as palavras, de José Saramago, Fernando Pessoa, Mário de Sá-Carneiro ou Agustina Bessa-Luís conferem não apenas atualidade mas uma intérprete madura e sensível ao novo, à tradição. É nessa aliança entre os tempos que os silêncios nascem para descobrirem as sonoridades do violino, do acordeom, de arranjos que não mais se limitem ao corte solitários dos acordes e provoca a emoção das peles sem jamais cair do sentimentalismo fácil. Ao contrário, é íntimo, verdadeiro, profundo e aloja-se em nossa alma com intensidade. Os seus discos são obras inesquecíveis. E está a caminho Para Amália. Mais peles sensíveis à vista.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s