Beck Hansen: Morning Phase

beck

Beck Hansen é um criativo inquieto ou inquieto criativo? Pouco importa. O que vale mesmo é o talento desse compositor, cantor, instrumentista, arranjador, produtor e mais uma lista de outras atividades que faz. Seus discos sempre foram experimentais, trilhando os gêneros com espontânea naturalidade que defini-lo ou colocar um rótulo em seu trabalho é muito complicado. Seus tecidos de criação própria atravessam qualquer textura que se tente impor a eles, e quem ganha com isso somos nós, quando paramos um pouco de nossa insana correria do cotidiano e o ouvimos. De alguma forma ou de todas as formas, o álbum que precede Morning Phase, Sea Change é um, podemos dizer, apanhado sofrido de fim de um relacionamento. Soa triste. Morning é mais doce, melancólico, e rico em seu trabalho orgânico com as melodias. Sua riqueza musical está bem enraizada nos arranjos e na sonoridade mais acústica com que leva cada canção e uma teia imensa de harmonias e vocais que desvendam seu jeito sensível de ser. Ele que já andara às voltas com o Thurston Moore, do Sonic Youth, no brilhante demolished thougts,não deixa por menos. Continua brilhante e arrebatador. Um disco que se ouve em paz e tranquilidade. E repetimos com prazer.

Anúncios

4 Respostas para “Beck Hansen: Morning Phase

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s