Eric Clapton & Steve Winwood: Live From Madison Square Garden

eric&steve

Ambos são amigos de longa data. Sempre estiveram um no caminho do outro e o percorreram juntos algumas vezes. Buscar o passado deles é como jogar água na chuva. Não é necessário, basta lembrar que estiveram no Blind Faith e tudo fica mais claro. Sem chuva, claro. E muito sol. Final da primeira dédada dos anos 2000 se reuniram no Madison Square Garden e realizaram show que se transformou em registro ao vivo. 21 canções que vasculham suas carreiras, suas influências, as bandas em que tocaram – Cream, Traffic, por exemplo -, trabalhos solos, blues, JJ Cale, Buddy Miles, Otis Rush, Jimi Hendrix. É pouco? Nem pensar. Os clássicos como “Cocaine”, “Glad”, “Little Wing”, “Voodoo Chile” e “Presence of the Lord” parecem ter saído do forno criativo de ambos hoje. O que pode, em um primeiro momento, soar pesado aos ouvidos na verdade chega com suavidade e intensa entrega de Clapton e Winwood. O clássico dos clássicos “Georgia on my mind” desliza no player com emoção. Justa homenagem a Ray Charles. A alquimia entre os velhos amigos se mantém intacta. A banda de apoio é magnética e sustenta com talento o virtuosismo da guitarra e do piano de Eric e Steve. está certo, não um disco que você vai ouvir a todos instante. Não é necessário. Basta tê-lo e de repente lá está ele no seu player. E você se deixando levar por dois dos maiores músicos de todos os tempos com a tranquila sonoridade que já é história. Pode ser também a sua história.

Anúncios

7 Respostas para “Eric Clapton & Steve Winwood: Live From Madison Square Garden

  1. Essa dupla sempre rende bons frutos, assim como a turnê Crossroads. Sem dizer que, como soam os boatos, Winwood que tirou o Clapton da depressão suicida. Nós o público só temos que agradecer

    • Eric e Steve formam uma dupla fantástica e ambos têm uma história fascinante. Crossroads está em minha pauta, mas foi legal me lembrares disso. Obrigado, Albert, pela presença. Meu abraço.

  2. Gosto muito do Eric. Me lembra bons tempos… O quê? Nem me diga que nunca curtiu uma paixão ao som de “Tears In Heaven” ? ou nunca mandou “Our Love Is Here To Stay” pra aquela namorada do colégio hã? haha brincadeira..

    Como sempre adorei o post, todo. Um abraço C.

    • Pois, o Eric “bluseiro” é o melhor Clapton que podemos encontrar embora tenha belas canções suaves como a clássica Wonderful Tonight. No Crossroads tem uma versão também acústica de Tears In Heaven belíssima, e os demais são convidados, entre eles John Mayer, e muito blues. Mas, você tem razão, Eric traz os bons tempos de volta. Meu abraço.

      • rs nem deu tempo da gente mandar a versão dele né? Mas eu gostei muito dessa música na voz dele. Ficou diferente daquelas versões parecidas dos nossos amigos das”antigas”. E essa aí que citou é… bom, deixa pra lá vai. Um abrç C.

      • Procura o 24 Nights do Eric, é um mergulho fantástico no seu universo musical e tem uma sessão somente com guitarristas de blues e a Wonderful está presente. Um belo disco é daqueles que a gente não cansa nunca. Abraço F.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s