Kwaku Kwaakye Obeng: os tambores de Gana

Tambores

Culturas que têm na batida dos tambores e outros instrumentos de vamos chamar de percussão a sua expressão de vida permanecem instigando o nosso imaginário. Mais que isso,  nos introduzem um universo multifacetado de tradições, ritos, passagens, encantos, toques sacros e, quem sabe, também profanos, de guerra e paz. Um universo real, visível. Awakening disco solo, o primeiro, de Kwaku Kwaakye Obeng é um disco de histórias e do futuro de um continente e seu interior. O ganês é profundo em sua bateria, desvenda emoções, ritmos e texturas tornando infinito o espaço de cada um de nós em nossos sonhos, em nossas caminhadas pela vida. Não são pouco mais de 71 minutos fáceis de serem escutados. Não estamos acostumados a parar, a experimentar esse mergulho para dentro, e descobrir outro interior em nós mesmos. A rítmica de Kwaku balança com as nossas experiências até aqui, experiências verdadeiras é verdade, mas que necessitam de mais um pouco, afinal nunca é tarde para o conhecimento. Já conhecido de Fleetwood Mac, Bill Laswell e Bootsy Collins, neste seu primeiro trabalho demonstra mais uma vez o quanto a África é raiz de todos nós. O quanto a África é nossa alma e coração. Acompanhe as batidas de cada faixa e se deixe levar pelo sangue que delas corre para o nosso sangue. Simplesmente notável. E emocionante.

Kwaku tem mais dois discos gravados: Afrijazz e SanSum que são o mundo dentro do mundo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s