Jan Akkerman, a magia da guitarra holandesa

Jan

Ele já foi o melhor guitarrista do mundo. Se nos anos sessenta os muros de Londres passavam seus dias de fog e raros de sol com o já clássico Clapton is God, a revista britânica Melody Maker não teve dúvidas quanto a 1973: Jan Akkerman é o melhor de todos. O holandês com o tecladista Thijs van Leer já tinha motivos suficientes para ser colocado no hall do rock progressivo, afinal era integrante de uma das maiores bandas daqueles anos, o Focus. Pouco depois de a década de setenta passar por sua metade, Jan partiu para a carreira solo. E vieram vários discos. Todos mostrando, sem concessões, não apenas a mistura do rock com o erudito se não que a bem-vinda influência do jazz e a chegada da música barroca em seu repertório. A música instrumental de Akkerman alçou novos voos. Ele ainda mais. Além de ter frequentado o palco ao lado de BB King, Jack Bruce, Ice T e Paco De Lucia, o apenas comprova sua naturalidade em qualquer gênero, suas composições atingiram um nível notável e suas interpretações ganharam intensidade. Seja pela técnica seja pelo improviso seja pela criatividade. Escutá-lo nos devolve um pouco dos anos vividos com o Focus, porém nos traz uma concepção de música que tece os nossos sentidos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s