PoPortugal: Eugénia Melo e Castro

Pop

Desde que escutei Eugénia Melo e Castro cantando Vinícius e Chico Buarque ela entrou em minha vida musical em definitivo. Consegui, no entanto, a façanha de derramar cola – não me perguntem como – no cd com as canções do Chico justo no lado onde é feita a sua leitura e assim perdi o Desconstrução. Mais tarde, encontrei o PoPortugal. Não perdi tempo. Foi direto para o meu player. É um passeio pelo pop português com uma extraordinária personalidade e com arranjos ainda mais extraordinários. Passa por compositores como Pedro Ayres Magalhães – “Amor” -, Pedro Abrunhosa – “Se eu fosse um dia o teu olhar” -, António Pinho/Nuno Rodrigues – “Põe os teus braços a volta de mim” -, Tozé Brito – “Se quiseres ouvir cantar” – ou ainda Rui Reininho/Tóli César Machado em “Asas” e Sérgio Godinho/Hélder Gonçalves em “O sopro no coração”, criando uma nova paisagem a essas canções com quês de jazz irresistíveis. Um disco repleto de sutilezas, de classe, de releitura sem sequer perder a autenticidade das composições originais. Eugénia imprime elegância e intimidade em suas interpretações que elas arrebatam que as escuta de imediato. Um trabalho de muita sensibilidade e grande despojamento pessoal e entrega total a cada canção. Eugénia Melo e Castro nos transporta para o interior de nós mesmos e assim flutuamos nas texturas das harmonias e na voz que nos abraça com a suavidade de um sonho.

Foto capturada no http://www.terra.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s