Raúl Barboza, a Argentina na França

capa raul

Conheço o acordeón de Raúl Barboza desde sempre. das vezes que andou por aqui, em Porto Alegre, e sei lá quantas outras vezes na Argentina. Lembro que certa feita, um jornalista daqui, escrevera que ele é uma espécie de Piazzolla e fiquei ainda mais aguçado com seus trabalhos. Todos de uma riqueza musical que não admite fronteira alguma. O portenho de nascimento tem no chamamé e na música litorânea seus caminhos. Deles, fez tantos mais. É uma referência sua “Merceditas”, versão que o tornou mais próximo da universalidade a partir da música popular. Aliás, consagrando o que todo mundo já sabe: do popular ao universal. Foi viver na França em 1987 e não apenas fez e faz carreira como colecionou inúmeros prêmios. Pois, em 2010, caminhando por Paris e entrando em de tantas das suas lojas de discos, encontrei o recém lançado à época Invierno em Paris. Foi direto para a bagagem e contando as horas para chegar em casa e ouvir. Álbum de 14 faixas, a maioria compostas por ele e por seu companheiro de gravação, o violonista Horácio Castilho, é um belíssimo passeio várias possibilidades do popular, do folclore, do tango moderno e de ruptura de Piazzolla – “Adios Nonino” apresentado em pouco mais de seis minutos é fantástico – um que das influências brasileiras de “Brasilereando”, a saudade em “Mi tierra lejana” e um grande número de canções do interior platino. Um disco magnífico, suave, feito para dentro de cada um de nós e ao mesmo tempo alegre e vivo. Abaixo algumas das interpretações de Raulito, também como é conhecido.



Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s