Diana Krall, suave e sensível

Diana

A suavidade de Diana Krall talvez esteja ligada ao toque ainda mais suave ás teclas do seu piano jazzístico. Ou a sua voz, tranquila, que navega em mares azuis-esverdeados dos nossos sonhos. A canadense, casada com o inquieto e irreverente e talentoso Elvis Costello, chega às lojas com Wallflower. Dedicado a um fértil período de sua vida, onde escutava muita música em casa, estamos falando dos anos setenta, Diana fez um belo apanhado musical e colocou o seu DNA em cada uma das canções. O repertório que passa por Paul McCartney, Jim Croce, Eagles, Elton John, Carpenters e Gilbert O´Sullivan, não deixou de fora a faixa-título de Bob Dylan. E traz o clássico Mamas and The Papas “California Dreamin´” em “cover” magnífico. É sempre tranquilo escutar a pianista, algo de uma aura quase etérea nos envolve e sentimos que o tempo ao contrário de passar às pressas junta-se ás harmonias e nos transforma em muito mais que ouvintes. Seus trabalhos, em especial o dedicado a Nat King Cole, All for you, e o Live in Paris, são verdadeiras preciosidades. Tê-los sempre por perto é certeza de momentos felizes. Miss Krall possui muita sensibilidade e deixa-a transparecer sem qualquer medo ou vergonha. Antes, faz questão de se mostrar tal como é. Ganhamos nós. O álbum Wallflower é parte nossa também.

http://www.youtube.com/watch?v=P5WAWr0FAIc

http://www.youtube.com/watch?v=it1NaXrIN9I

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s