The Stills-Young Band

Stills Young

Ao passar pela obra e biografia de Neil Young, estava lá o The Stills-Young Band. A data: 1976. Para começar mais outra confissão – de confissão em confissão vou me descobrindo – : os anos sessenta são imbatíveis em nível de cultura. Continuo cada vez mais certo disso, embora reconheça que nos dias de hoje há criatividade e muita transformação necessárias à Cultura e ao pensamento.

Umas das minhas paixões foi ( e é pelo que ainda existe no meu acervo ) o Crosby, Stills, Nash & Young. Houve variações do quarteto, ora dupla ora trio, por vezes cada um solo ou em outras agrupações. Seus trabalhos são extraordinários. Harmônicos, em vozes e melodias. Então, percebemos que David Crosby era do The Byrds, Graham Nash do The Hollies (eles gravaram um disco com canções do Bob Dylan curiosíssimo), o Stephen Stills e Neil Young andaram juntos pelo Buffalo Springfield. Em algum momento foram se desprendendo de suas origens para criarem o CSN&Y. E forma fazendo trabalhos magníficos, e também se separando, se reencontrando e assim por diante. Não faz muito, foi lançado um cd triplo de um show deles de 1974, que pode ser conferido no http://www.allmusic.com e torcer para que venha para o Brasil. Eles, no entanto, foram demonstrando suas diferenças, e suas afinidades. Crosby e Nash mais melódicos, mais harmoniosos em dupla, seguiram o seu caminho após desentendimentos gerais. Outra curiosidade, coube a Stills e Young, mais ligados ao rock, embora toda a essência folk, grava um disco com canções em que os quatro tinham e que não deram certo juntos. E nem mesmo a The Stills-Young Band teve vida próspera e longa. Resumiu-se a um único disco. Long May You Run é o resultado desses encontros e desencontros. Vigoroso e ao escutá-lo uma certa nostalgia nasce de forma espontânea. A presença de músicos como Jerry Aiello nos teclados, Joe Lala na percussão, Joe Vitale na bateria e flauta e George Perry no baixo dá solidez ao grupo. Um pouco irregular, falta aquele quê de CSN&Y, naturalmente, fato que não ocorreu com Crosby e Nash em dupla. Outra curiosidade, para variar, assim como o Cream abria os shows dos Bee Gees, três dos instrumentistas do Stills-Young participaram do LP Children of the world dos irmãos Gibb, Lala, Perry e o próprio Stills. Para quem estiver com vontade de conhecer a banda e só clicar no link abaixo.

LongMayYouRun

www.youtube.com/watch?v=NyRXoTZXrzA

Reproduções capturadas na Internet.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s